sexta-feira, 13 de outubro de 2017

À prova de Carina | Sorte a nossa, hoje é sexta feira 13!


Olá de novo pessoas assustadoramente sensuais!

Viram o que fiz ali? Já perceberam o tema de hoje? Sexta-feira 13!
Hoje foi aquele dia em que acordaram assim meio desconfiados e abatidos porque: “Normalmente a sorte não é a minha melhor amiga, mas hoje… até o Universo diz que é dia de azar… Mais vale nem sair da cama!” Embora também tenha muito apetite de fazer o mesmo, afastem esse pensamento e ‘bora espalhar sensualidade por esse mundo fora! 


Mas sabem porque é que dia 13 é considerado dia de azar? Como assim não?! Eu explico… Que seria de vocês sem mim? 

Aviso: Esta explicação será sucinta e é patrocinada pela nova biblioteca do Porto - Wikipedia.

Bem, existem várias histórias de origem do medo pelo número 13. Como não poderia deixar de ser, uma delas é baseada na religião cristã e na célebre Última Ceia, uma vez que estavam presentes 13 indivíduos à mesa. 

A pesquisa na “biblioteca” revelou também que na sexta-feira, 13 de Outubro de 1307, Filipe IV de França prendeu vários Cavaleiros Templários e que por isso essa data passou a ter esta conotação.

Mas a minha explicação preferida é esta: Henry Sutherland Edwards escreveu uma biografia acerca de Gioacchino Rossini, um compositor italiano, onde diz o seguinte:

“ Rossini esteve até ao seu fim rodeado de amigos que o admiravam. E se é verdade, tal como muitos italianos, ele acreditava que a Sexta-Feira era um dia de azar e treze um número de azar. É notável que tenha falecido a uma Sexta-Feira 13” 

É ou não é inacreditável?! Imaginem a probabilidade de isto acontecer. Talvez tenham razão… É mesmo melhor não sair da cama a uma Sexta-Feira 13…


A título de curiosidade: 
  • Continuando a pesquisa, descobri que apesar desta história acerca de Gioacchino (podemos passar a chama-lo de Joaquim? era mais fácil…), em Itália o número 13 até é considerado da sorte. O dia de azar em terras romanas é considerado Sexta-Feira 17.
  • Terça-Feira 13 é o dia de azar em países hispânicos e na Grécia. 
  • Normalmente Sexta-Feira 13 é um dia normal para mim. No entanto, no 3º ano ia morrendo entalada com um chupa-chupa. Era uma Sexta-Feira 13 e nem uma funcionária ou professora me tentou ajudar! Talvez só não gostassem de mim, mas vou pôr isso de parte e atribuir as culpas ao dia. 

Para terminar, deixo-vos com um desafio: o medo do número 13 tem o nome cientifico de "triskaidekaphobia". Digam isto treze vezes seguidas enquanto fazem o pino e a quem conseguir pago um lanche, mas preciso de provas! 

E então, gostaram do tema ou acharam uma tremenda seca? Partilham da opinião comum ou é apenas mais um dia no vosso calendário? Se têm histórias de azar como a minha experiência quase-morte partilhem nos comentários!



Até à próxima coisinhas sensuais, façam como o Demolidor e vivam sem medo!









Sem comentários:

Enviar um comentário